Hoje é dia de vacinação contra a poliomielite

Posted by on 18 / set / 2009 in Dicas de Prima | 0 comments

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Pais de crianças com até 5 anos devem levar os filhos a um dos 368 postos de vacinação neste sábado (19/9) para tomar a segunda dose da vacina contra a poliomielite, case clinic mais conhecida como paralisia infantil.
A campanha será de apenas um dia. Os postos ficarão abertos das 8h às 17h. A primeira dose foi distribuída aos pequenos em 20 de junho deste ano. Na ocasião, 196 mil 230 foram imunizados. O alcance foi de 88%, quando a meta do Ministério de Saúde era alcançar 95% das 223.033 crianças do Distrito Federal. A meta desta segunda fase se mantém.
A chefe do núcleo de imunização da Secretaria de Saúde e coordenadora da campanha, Ana Maria Rocha, acredita que, como o último caso de poliomielite ocorreu em 1987, no DF, e em 1989, no país (Paraíba), as pessoas tenham esquecido da doença.
“Só que tem países, da África e da Ásia, como Paquistão, Afeganistão, Índia e Nigéria, em que a doença existe de forma endêmica. Se uma pessoa chegar desses países e a nossa cobertura for baixa, a doença pode voltar a se disseminar. É um risco e, por isso, precisamos conscientizar as pessoas”, defendeu.
Ana Maria alerta que as crianças que não tomaram a primeira dose devem procurar os postos neste fim de semana. “A segunda é uma dose extra que geralmente ocorre em agosto, mas, com a nova gripe, o Ministério da Saúde resolveu adiar para que os postos estivessem mais bem organizados para atender a população”, afirmou. A coordenadora da campanha ainda afirma que, caso alguma adulto nunca tenha tomado a dose, também deve se imunizar.

Alerta
Não devem ser vacinadas crianças que apresentarem infecção aguda. Os portadores de imunodepressão congênita – desordem do sistema imunológico caracterizada pela incapacidade de se estabelecer uma imunidade efetiva – ou imunodepressão adquirida – portadores de HIV, por exemplo – também não podem ser imunizados.

Transmissão
A forma mais comum da transmissão da doença é o contato direto, pessoa-pessoa, pelas vias fecal-oral e oral-oral. Como, por exemplo, ao falar, tossir e espirrar. O homem é o portador do vírus, que sai pelo intestino e contamina as fezes. Alimentos não higienizados e água contaminada são dois dos principais focos.

Sintomas
95% dos sintomas da doença aparecem nas crianças de forma não aparente. Elas não têm manifestações clínicas. 4% apresentam quadro de gripe, como febre, dor de cabeça e tosse. Apenas 1% dos contaminados apresentam o quadro mais grave, que é de paralisia flácida aguda, que acarreta a perda dos movimentos dos membros.

Campanha Nacional
A vacina contra a poliomielite é oferecida gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e está disponível durante todo o ano nos postos de saúde e nas campanhas de vacinação de rotina.
Os bebês devem receber as doses aos 2, 4 e 6 meses. Aos 15 meses, as crianças recebem o primeiro reforço. E, até os 5 anos, devem tomar anualmente as duas doses distribuídas na Campanha Nacional de Vacinação.
Cerca de 115 mil postos de vacinação serão espalhados em todo o país, com 350 mil pessoas trabalhando na campanha. A primeira etapa foi realizada em 20 de junho e atingiu 95,7% do público-alvo nacional.

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *