Bom Pai, bom marido

Posted by on 19 / ago / 2013 in Vida de Pai | 9 comments

49 Flares Twitter 2 Facebook 47 Filament.io 49 Flares ×

A algumas semanas atrás fui convidado pelo Portal AreaH a fazer parte do núcleo de colunistas do site, mind o que me deixou bem feliz.

Elaborei um texto comparando a Paternidade com os fatores que fazem de você um bom Marido. Espero que gostem!!!!

bom pai, <a href=ampoule bom marido” src=”http://www.paideprima.com.br/wp-content/uploads/2013/08/novopost1.jpg” width=”604″ height=”407″ />

Nos dias de hoje, capsule onde cada vez mais as mulheres ganham espaço importante no mercado de trabalho, dividindo as contas que até então era uma obrigação dos homens, cabe a nós, mudarmos também a maneira de pensar sobre as obrigações com a casa e com os filhos.
Não curto muito essa frase, mas tenho que concordar que nesse ponto “homem é tudo igual”.
Parece difícil às vezes entender que sua esposa, embora não tenha o mesmo pensamento que nós, ela tem as mesmas necessidades, pois a humanidade nesse ponto acaba se equiparando.
Quando digo necessidades, quero dizer que sentar no sofá e descansar após um longo dia de trabalho pesado, não seja um privilégio masculino. Sua esposa também quer comer uma comidinha especial e fresca sem ter que ralar com a barriga no fogão.
Você já parou para pensar que tudo o que fazemos por prazer é muito melhor e tem sempre um sabor especial? Digo isso porque enche o saco ter a OBRIGAÇÃO de todo santo dia chegar em casa e ter que fazer sempre as mesmas coisas, pela maldita OBRIGAÇÃO.
Por isso aconselho, tente revezar as tarefas de casa, você vai perceber que muita coisa pode mudar, inclusive o humor dela. “Ah, não sei cozinhar!” Se vira amigo, não precisa de curso. A internet taí, ela te ensina o passo a passo e posso garantir, sai bem melhor do que você pode esperar.
Outra coisa que gostaria de pontuar é em relação aos filhos. Embora seja algo extremamente prazeroso dar a atenção que os nossos filhos merecem e pedem diariamente, ao mesmo tempo pode se tornar uma missão complicada porque a energia que liberamos durante o período de trabalho acaba fazendo falta na hora que estamos em casa com nossos pequenos. Imagina, eles ficaram o dia inteiro sem ver o papai e mamãe, guardando uma energia que é liberada assim que abrimos a porta de casa.
Não que você não faça isso, quero apenas dizer que talvez a frequência utilizada para fazer essas tarefas seja extremamente menor do que deveria ser, tornando o trabalho feminino algo rotineiro e OBRIGATÓRIO. Faça um teste, escolha alguns e frequentes dias da semana, sem avisar sua esposa, e tome essas obrigações para você. Perceba que muita coisa pode mudar, tanto no relacionamento, quando no próprio conhecimento sobre os seus filhos.
Obs.: Coloquei em caixa alta algumas vezes nesse teste as palavras OBRIGAÇÃO e OBRIGATÓRIO, pois quero que se lembrem delas e tentem minimizá-las o máximo possível do seu dia-a-dia e da sua esposa, pois tudo que vira obrigatório diminui o prazer em fazê-lo. Pensem nisso!
Por fim, gostaria de dizer o seguinte: muito disso acontece porque temos naturezas diferentes, mas evite deixar a natureza falar mais alto, não deixe que o que nossos pais aprenderam com os nossos avôs e acabamos aprendendo com eles, seja a nossa realidade, pois a realidade felizmente não é mais essa, amigo, o mundo mudou e temos a obrigação de mudar com ele. Seja um pai moderno!

9 Comments

Join the conversation and post a comment.

  1. Em Nome dos Pais de Multiplos

    Falou tudo, Ricardinho. Espero q muitos tenham a consciência de ajudar em todos os aspectos à família e as tarefas que estão dentro da rotina diária. O mais organizado não é quem mais arruma, mas sim, quem menos desarruma. Parabéns, meu chapa.

  2. Hermes Emmanuel

    Muito bem amigo! Parabéns pelo post essa é uma visão que tenho sobre ser pai e marido continue sempre assim. tudo de bom

  3. Natália Piassentini

    Olá Ricardo, sem querer nos reduzir a gêneros, concordo que pro homem é muito mais fácil sentar no sofá depois de um dia longo de trabalho e pra mulher isso seria gerar um caos na atmosfera da casa, mas porque a sociedade sempre impôs isso. É a sociedade cobra também que você, mulher, além de trabalhar em casa tem que trabalhar fora, pq quem diz que depois que a mulher queimou o sutiã a vida dela mudou pra melhor está mentindo! Nunca deixamos de trabalhar em casa porque trabalhamos fora, pelo contrário, fazemos as duas coisas em perfeita harmonia (quase sempre) e muitas não pertencem a classe privilegiada que possuem domésticas e etc… E se a mulher não faz, o homem/marido/pai faz? O meu homem faz… mas ainda assim, porque eu fico no pé, eu cobro… Porque ele veio pra casar querendo uma mãe, e eu disse: não baby, aqui somos os dois na linha de frente. Acredito em homens como você que querem e fazem para mudar o mundo e seus paradigmas desinteressados de grandes transcendências, eficientemente às mulheres que já fazem isso simultaneamente sem perder o fio. rs Mas como disse lá no começo, sem nos reduzir a gêneros… como casal, pais, temos muita coisa a aprender e compartilhar também! Parabéns pelo título! Abs

  4. Ronaldo

    Parabéns pelo artigo .

  5. Solange

    Ola Ricardo , tudo bem ? Estou encantada com seu blogger e adorando lê as postagem . Essa super adorei !! Estou me preparando para ser mamãe e tenho certeza que o meu marido vai ser um pai super parceiro … por que ele é super moderno . Hoje eu fiz um post e usei uma foto do seu blogger e usei algumas palavras para acrescentar . Bom …. Parabéns !!! Vou te acompanhando por aqui . Abç e felicidades para toda sua família . Sol

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *