Posts made in outubro, 2009

O que um cigarro pode causar ao seu bebê

Posted by on 26 / out / 2009 in Dicas de Prima | 0 comments

SÓ DE A GRÁVIDA FICAR PERTO DE ALGUÉM QUE FUMA, salve O FETO JÁ PODE SER PREJUDICADO. VEJA ABAIXO CINCO RAZÕES PRA VOCÊ FICAR BEM LONGE DE CIGARRO

*Acelera o coração do bebê
Um cigarro fumado é capaz de acelerar, buy em minutos, os batimentos cardíacos do feto, em razão do efeito da nicotina sobre o aparelho cardiovascular.

*Transmite substâncias tóxicas
O ambiente poluído pela fumaça faz com que o organismo de uma grávida não-fumante absorva as substâncias tóxicas, passando-as para o feto por via sanguínea.

*Contamina o leite materno
Durante a amamentação, a nicotina passa pelo leite e é absorvida pela criança que, ao ingeri-la pode apresentar agitação, vômitos, diarreia e taquicardia

*Reduz fertilidade do filho
Mulheres grávidas que fumam reduzem a fertilidade do filho, caso ele seja menino, sugere pesquisa realizada pela Universidade de Aberdeen, da Escócia.

*Aumenta chances de aborto
O cigarro prejudica a vascularização do útero, fazendo com que a chance de aborto seja de duas a três vezes maior do que numa gravidez onde a mulher não fuma.

Read More

Depressão Infantil

Posted by on 22 / out / 2009 in Curiosidades Paternas | 3 comments

PARECE ABSURDO QUE UMA CRIANÇA POSSA SOFRER COM A DOENÇA, online MAS AS TAXAS DE DEPRESSÃO INFANTOJUVENIL VÊM CRESCENDO NO MUNDO TODO

 

Vão ter fases em que seu filho vai se sentir meio tristonho mesmo. Sentimentos de frustração fazem parte do desenvolvimento infantil e são típicos na infância. Nem sempre é fácil para um adulto entender. Alguns pais acham que o filho está exagerando. Você pode até achar isso mas, order ainda assim, treatment seu apoio, sensibilidade e compreensão será fundamental para que o pequeno ultrapasse esta fase e siga em frente em seu desenvolvimento psicológico, social e afetivo.
No entanto, há casos em que essa tristeza comum na infância atinge um patamar mais avançado. Passam-se semanas e, mesmo recebendo carinho e colo dos pais e adultos, a criança ainda apresenta sinais de tristeza atípica, exagerada ou desproporcional. Pode ser que seu filho esteja com depressão. Parece absurdo que uma criança também possa sofrer com essa doença, mas não é. A taxa de depressão infantojuvenil vem crescendo em todo o mundo, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). Na faixa etária entre seis e 16 anos, por exemplo, ela passou de 4,5% para 8% na última década. Violência urbana, excesso de atividades na agenda diária e falta de espaço e tempo para o lazer são fatores que pioram o quadro.

Apenas um profissional pode diagnosticar casos de depressão, ainda mais em criança. Mas se seu filho anda triste demais, fique alerta. Na dúvida, converse com um psicólogo. Para te ajudar, listamos 10 sinais de depressão infantil e 10 maneiras de os adultos ajudarem as crianças a saírem dessa.

10 sinais de depressão infantil

1– Humor alterado: a criança anda irritada e briga mais do que o de costume
2– Seu filho anda quietinho, brinca menos do que antes e não se interessa mais pelos amigos, brinquedos e atividades.
3– Não prestar atenção nas aulas e queda no rendimento escolar
4– Dificuldades pra dormir ou ter sono o dia todo
5– Pessimismo e conduta de auto-depreciação: acha que tudo o que faz está ruim ou errado.
6– Reclama mais de cansaço ou fica sem energia
7– Queixa-se sempre de dor de barriga, na cabeça ou nas pernas
8– Chora pra ir pra escola ou, uma vez estando lá, pede pra ir embora com frequencia.
9– Emagrece ou engorda demais
10– Voltou a fazer xixi na cama ou coco nas calças

10 maneiras de ajudar seu filho a lidar com a situação

1– Redobre a atenção em momentos de mudanças, separações, mortes ou chegada de um irmãozinho. Fique o mais próximo que puder de seu filho: brinque, converse, ouça-o.
2– Ajude seu filho a se sentir protegido. Se ele está com medo diante de uma mudança ou situações estressantes, deixe claro que você compreende seus sentimentos e que vai ajudá-lo a superar.
3– Pais deprimidos são menos disponíveis e menos atentos às necessidades dos filhos. Cuide de sua saúde mental para estar mais preparado pra cuidar da saúde da criança também.
4– Não deixe sua casa virar um quartel general. Os limites e a educação precisam ser parte de uma relação. Ensine seu filho a se expressar, a negociar, a cumprir com suas promessas e a arcar com as conseqüências.
5– Traga humor e leveza para a sua casa. As relações muito sérias, rabugentas e negativas também deprimem. Saiba rir de seus erros e comemore seus acertos. Lembre que crianças imitam os adultos.
6– Estabeleça uma relação com a professora do seu filho, leia sempre as observações dela e acompanhe de perto como ele se relaciona com os colegas da escola. A criança passa muitas horas do dia na escola e se algo não vai bem ali, com certeza vai refletir no seu humor.
7– Cuidado com expectativas muito altas e pressões demais. Saiba o que esperar de cada fase do desenvolvimento infantil. Se você cobra de seu filho algo que ele ainda não pode lhe dar, isso vai fazê-lo se sentir impotente.
8– Criança precisa de tempo livre: pra brincar ou pra não fazer nada. Entupir a agenda de seu filho com atividades demais vai deixá-lo estressado.
9– Elogie sempre que possível. Os pais precisam mostrar que prestam atenção na criança e reconhecer seu valor, seus acertos e qualidades.
10– Leve seu filho a sério: jamais desvalorize ou ridicularize a forma com que ele encara os problemas, por mais exagerados ou desproporcionais que possa parecer para os adultos.

Read More

Esse posts vai para as mamaes

Posted by on 8 / out / 2009 in Vida de Pai | 6 comments

 

 Adoro essas charges mostrando o certo e o errado.
Esse post em especial vai pra você Dona Gisella, click rsrs.Bjos a todos e um ótimo feriado

Quando for mostrar a barriguinha, sale mostre somente a barriguinha, diagnosis por favor
 
 
 

 

Entre a água e a cerveja, beba a água. A cerveja, deixei por conta do papai

 
 
Exercícios leve e de preferência no solo
Tenho medo disso. Medo de ter que acordar as 3 da matina e ter que comprar um cérebro de macaco
Embora o desenho mostre fones de ouvido como algo bom, prefiro que minha filha se acostume com a agradável voz do papai cantando Cartola
Gi, você tem o corpo lindo meu amor, mas deixa o biquininho pra depois da gravidez tá?
Concordo que trabalho não mata, mas precisa ser bem moderado
Nesse caso, acho que terei de começar a treinar alguns passos
Não entendi muito a primeira figura, mas com certeza não recomendo a segunda
Discordo dessa imagem. Se fosse eu, com certeza daria uma barrigada nele também
Já pensou desse segundo livro surge uma idéia de nome, tipo Hitler Santos Nóbrega? Deus me Livre
Hahahaha, dessa eu não escapo. Preciso começar a guardar uma grana pra trocar de carro
Ok, ok, essa é pra mim. Prometo que estarei calmo e sóbrio
Continuarei malhando. Essa imagem me inspirou bastante
Ta certo que será o acontecimento do ano, mas prometo não exagerar tanto
Read More

Vai viajar nesse feriado e sua esposa esta grávida?

Posted by on 8 / out / 2009 in Dicas de Prima | 0 comments

Veja algumas dicas para que a Viagem seja tranqüila

Antes de viajar, unhealthy a gestante deve consultar seu médico e saber se está tudo certo para uma viagem. Importante: o médico deve ser informado da duração da viagem e do meio a ser usado para melhor instruir sua paciente;

O ideal é viajar, ask somente, depois do primeiro trimestre de gestação, e não viajar em datas próximas do parto;

Companhias aéreas exigem um atestado médico. Assim que resolvido o plano de viagem, a gestante deve providenciar o documento;

É importante levar um histórico do quadro clínico, checar se o plano de saúde tem cobertura no lugar que vai visitar, se informar sobre os hospitais da região e levar o telefone do médico para qualquer emergência;

Não usar nenhum medicamento que não tenha sido indicado, exclusivamente, pelo médico da gestante;

Durante a viagem, alimentação saudável é essencial: frutas, verduras e proteínas e fazer refeições menores de cinco a seis vezes por dia;

A gestante deve ter uma garrafa de água para beber com frequência e evitar a desidratação – o que é mais suscetível, especialmente dentro de aviões. A ingestão de líquidos ajuda também a impedir que os pés e mãos inchem;

Antes viajar para outros estados ou países, informe-se se será necessário tomar alguma vacina. O ideal é tomar as vacinas necessárias ao menos três meses antes de engravidar. Se isso não aconteceu, a gestante deve conversar com o seu médico sobre os possíveis riscos da vacina;

Durante as longas viagens longas, exercícios são fundamentais para ativar a circulação das pernas. Caminhadas de até 10 minutos a cada hora são suficientes;

A gestante deve tomar cuidado com o cinto que só deve estar na região pélvica. Se parecer mais confortável, ela pode usar um travesseiro, colocando-o na barriga;

Numa viagem à praia, a gestante deve se proteger o máximo do sol, e evitar os horários em que a luz solar é mais forte (das 10h às 16h);

Deve SEMPRE estar acompanhada.

Read More

40 conselhos interessantes

Posted by on 3 / out / 2009 in Dicas de Prima | 1 comment

Você já sabe muita coisa sobre a gravidez, recipe bebês, search ginecologistas, pediatras, etc… muita teoria, não é verdade? Mas e quanto à prática, a experiência real do dia a dia?

Fique calmo, muitos homens já passaram por isso, e 40 deles nos deram seus melhores conselhos que lhe ajudarão a sobreviver à essa dura, e ao mesmo tempo, maravilhosa etapa de sua vida.

1 – Durante 9 meses ela será o centro das atenções.

É bom que você vá se preparando para não se sentir isolado da gravidez. Alessandro, 33 anos, Psicólogo.

2 – Quando o bebê chegar, as atenções serão todas para ele.

Você tem duas opções: sofrer e sentir-se rejeitado ou desfrutar de seu “anonimato” e aproveitar para assistir seu futebol tranqüilo e fazer outras atividades que geralmente não consegue enquanto as visitas passam a tarde mimando seu filho. José Antônio, 40 anos, Empresário.

3 – Sua casa é pequena, não importa o tamanho dela.

E dizer o contrário à sua esposa pode ser motivo de discussão, então concorde!Henrique, 34 anos, Sociólogo.

4 – Se seus pais serão avós por primeira vez, dê um tempo para que eles se acostumem com a novidade.

Fale para eles que não tem coisa melhor que ser avós jovens. Quando meu pai soube que seria avô, disse que era uma ótima notícia, mas ficou um tanto pensativo como eu nunca tinha visto. Só depois me contou que se sentiu como se tivesse vinte anos a mais. Daniel, 30 anos, Arquiteto.

5 – As grávidas tem o sentido do olfato mais apurado.

Parecia incrível, mas ela conseguia sentir minha cueca suja mesmo que estivesse no fundo do cesto de roupas. Portanto tente abusar da higiene pessoal. Pedro, 35 anos, Agricultor.

6 – Você será o técnico durante o curso preparatório para o parto.

Mas na hora H, o melhor a fazer é ficar quieto e deixar ela jogar a final sozinha. Eu estava tão nervoso na sala de parto que não parava de falar besteiras, até que gentilmente, minha mulher me disse para ficar quieto ou sair da sala. Artur, 37 anos, Publicitário.

7 – Esqueça os seus presentinhos. Você não poderá comprar roupas durante um ano.

Mas com certeza terá dinheiro para comprar cadeirinhas, roupinhas, brinquedos, ursinhos, etc. Carlos, 40 anos, Advogado.

8 – Se você detesta cozinhar, é melhor abastecer o freezer de congelados.

Ou reze para sua sogra se ocupar da comida. Isso será essencial para você sobreviver na primeira semana depois do parto. Luis, 40 anos, Médico.

9 – Sim, você segura o bebê de forma errada!

O melhor a fazer é segurá-lo como sua mulher faz. David, 27 anos, Camareiro.

10 – Depois de trocar a terceira fralda você sentirá como se tivesse feito isso a vida toda.

Acredite, é mais fácil do que você imagina. Sergio, 29 anos, Fotógrafo.

11 – Cuidado com a palavra “nós”.

Por exemplo, jamais diga: “nós estamos muito ocupados com os preparativos”.Sebastião, 35 anos, Empresário.

12 – Vai chegar um dia em que você se transformará no herói de seu filho.

Desfrute ao máximo, porque esta fase dura pouco. Geraldo, 47 anos, Pediatra.

13 – As contrações do parto aparecerão de uma forma repentina.

Quando ela diz que chegou a hora, não discuta! Antônio, 38 anos, Jornalista.

14 – Se alguém disser que a amamentação acabará com o seio de sua mulher,

que os bebês só comem de 4 em 4 horas e que se você for segurá-lo cada vez que chora ele ficará mimado, não acredite. É tudo mentira. Fernando, 45 anos, Arquiteto.

15 – Se organize!

Durante as primeiras semanas depois de deixar o hospital, você será o responsável pelas tarefas domésticas, farmácia, supermercado, etc. Ricardo, 33 anos, Gerente Administrativo.

16 – Você se surpreenderá…

…ao ver como você consegue “funcionar bem” dormindo tão poucas horas. Mariano, 39 anos, Técnico Audiovisual.

17 – O bebê vai preferir sua mulher por muito tempo.

Tenha paciência, chegará a sua vez de ser o preferido quando ele quiser jogar bola.João, 48 anos, Professor.

18 – Ninguém sabe porque as crianças usam tanta roupa.

Especialmente quando saem de casa para um simples passeio. Não tente entender.João Luiz, 44 anos, Técnico de Informática.

19 – É normal ficar olhando o bebê por longos períodos enquanto ele dorme.

Também é normal ficar filmando ele dormindo até que termine a fita. José, 33 anos, Administrador de Empresas.

20 – Você acabará encontrando solução para todos os problemas do seu filho.

E quando terminar, com certeza ele estará em problemas de novo. Inácio, 30 anos, Bombeiro.

21 – Você nunca se incomodará com o coco, o xixi e os vômitos de seu filho…

…mesmo que seja em cima de você. Francisco, 37 anos, Ator.

22 – Os alimentos congelados passarão a ser parte integral de sua alimentação.

Mesmo que já tenha passado 3 meses do parto. José, 24 anos, Publicitário.

23 – Prepare uma malinha para a maternidade.

Leve filmadora, máquina fotográfica, e se você puder ficar com ela no quarto, leve seu pijama e produtos para a higiene pessoal. Afonso, 35 anos, Design Gráfico.

24 – Pelo menos durante um ano, nem pense em falar de sexo…

…será melhor que diga somente “fazer amor”. Rubens, 36 anos, Monitor Infantil.

25 – Durante a gravidez, ela vai comer como um pedreiro…

…vá se acostumando e enchendo a geladeira. Angel, 39 anos, Taxista.

26 – Evite falar demais de seu filho no trabalho…

…procure fazer isso com os amigos e parentes para evitar problemas. José Antônio, 30 anos, Administrador de Empresas.

27 – Se durante o parto ela pede para que o anestesista aplique a anestesia peridural…

…nunca pergunte se ela tem certeza. Manuel, 32 anos, Biólogo.

28 – Não importa se sua mulher geralmente é um doce…

…se ela resolver xingar durante o parto normal, provavelmente ninguém da família se salvará. Silvio, 38 anos, Decorador.

29 – Se em suas primeiras relações sexuais depois do parto sua mulher ficar nervosa…

…e com saudades do bebê, fique calmo, este comportamento não vai durar para sempre. Benito, 40 anos, Psiquiatra.

30 – Seus amigos sem filhos serão sua principal fonte de conselhos.

Os que tem filho somente levantarão os ombros e te dirão que fique tranqüilo que já vai passar. Daniel, 34 anos, Pesquisador.

31 – Uma babá não é uma enfermeira de dia…

um ginecologista, nem um pediatra. A única coisa que tem em comum entre eles é seu talão de cheques. Boris, 3 anos, Engenheiro.

32 – Se sua mulher quer que você assista o parto…

…Não vai adiantar você mudar de assunto, então se prepare. João, 31 anos, Taxista.

33 – Nem tente…

você não está capacitado para trocar os presentes sem utilidade que os amigos e parentes levaram. Alex, 44 anos, Radialista.

34 – Não tente entender as mudanças de humor durante a gravidez…

geralmente não tem motivo algum para que isso aconteça e nem elas mesmas entendem. Maurício, 36 anos, Publicitário.

35 – Você pode até experimentar o leite materno…

…mas eu te garanto que não gostará nem um pouco. André, 33 anos, Comerciante.

36 – O único peso que você poderá controlar será o seu.

Eu aconselho que controle rigorosamente, senão ganhará mais peso que ela durante a gravidez. Manoel, 32 anos, Segurança.

37 – O primeiro mês de gravidez é maravilhoso.

Depois disso, a quantidade de exames, ultra-sons, e visitas ao médico te deixarão tão ansioso que você se lembrará disso por anos. Xavier, 37 anos, Cabeleireiro.

38 – Às vezes seu filho gostará mais do papel de presente do que o seu inútil conteúdo. Guilherme, 37 anos, Farmacêutico.

39 – Não se desespere na hora do parto.

Apesar dos gritos, das caras de dor e do choro, ela conseguirá fazer seu trabalho perfeitamente. Marcos, 36 anos, Analista de Sistemas.

40 – É claro que tudo vai mudar!

Justamente esta é a principal conseqüência de ter um filho, as coisas nunca serão as mesmas.

Antônio, 38 anos, Veterinário.

Read More